top of page

Os 3 tipos de ansiedade sexual

Atualizado: 29 de abr.

Como lidar com a ansiedade também na Hora H.




Cada vez mais estamos ansiosos e criando expectativas elevadas além do saudável no nosso dia a dia, em todas as áreas. E esse sentimento de aprovação do outro também está afetando a área sexual. Já foram identificados 3 tipos de ansiedade sexual: ansiedade de desempenho, disforia pós-coito e transtorno de transtorno da aversão sexual. Conversei com a terapeuta sexual Graça Margarete Tessarioli para ela nos explicar as diferenças entre cada ansiedade e como lidar com elas na rotina sexual.


Ansiedade de desempenho sexual: "é identificada a partir do medo que surge na hora do sexo. Este medo pode ser sentido como resposta ao medo de falhar, de não corresponder às expectativas sexuais do outro, de não ter desejo sexual quando for procurado sexualmente, de não ter ou de não manter a ereção, de não estar lubrificada o suficiente para que a penetração aconteça sem desconforto ou dor, e até mesmo medo de não chegar ao orgasmo e de novo sentir frustração. Da próxima vez, qualquer um desses medos pode gerar a ansiedade de desempenho sexual.


A partir de uma abordagem clínica, a terapia sexual auxilia na identificação de uma percepção da forma distorcida como a pessoa aprende a pensar sobre si mesma ou sobre o comportamento na hora do sexo. O objetivo é se distrair com os estímulos sexualmente excitantes, afastando-se da ansiedade, e proporcionando um funcionamento sexual adequado e satisfatório."



Disforia pós-coito: "é caracterizada por sensações e sentimentos negativos que ocorrem, imediatamente, após o orgasmo. Tristeza, vergonha, culpa e ansiedade são mais comuns. Algumas pessoas podem ficar irritadas e agir de forma abusiva, física ou verbalmente. Não há consenso quanto às origens deste fenômeno. Alguns estudos apontam que pode ser de origem hormonal. Outros estudos apontam para causas psicossociais, como criação baseada em padrões rígidos e moralistas.


Recomenda-se buscar uma avaliação médica e da terapia sexual."



Transtorno da aversão sexual: "é caracterizado pela rejeição extrema e persistente a qualquer contato sexual, especialmente aquele que resulta na relação sexual. Geralmente, a ideia do ato sexual causa medo muito intenso, repulsa, desconforto e ansiedade. Esse transtorno pode ocorrer devido a experiências traumáticas envolvendo sexo, e em alguns casos, experiências



Você já sentiu algum tipo de ansiedade nas relações sexuais sexuais?


*Texto originalmente publicado para o site da Vogue Brasil.


Comments


bottom of page