top of page

Como a falta de sexo influencia negativamente no trabalho

Estresse, desconexão, motivação e produtividade em baixa…tudo isso no trabalho pode estar relacionado com a vida sexual.



"Quem goza é mais feliz”...essa famosa frase é verdade. Mas podemos melhorá-la e dizer “Quem goza é mais feliz e também mais produtivo”. Sim, o nosso bem-estar sexual atinge diretamente a nossa motivação profissional. 


Por que? Durante o orgasmo, o nosso organismo libera os chamados hormônios de bem-estar como dopamina, ocitocina e serotonina. Esses elementos ativos no nosso corpo atuam de diversas formas. Desde aquela sensação boa de um orgasmo até uma motivação a mais, energia e confiança no trabalho.


Eu brinco nas minhas palestras (com fundo de verdade) que é importante ter um orgasmo bem prazeroso antes de um dia importante no trabalho. É químico! Você chegará confiante, com brilho nos olhos, pele boa, mais bem-humorada, com grandes chances de o dia ser sucesso!


Essa confiança que os hormônios trazem é muito importante para pessoas que ocupam cargos de liderança, por exemplo. Dopamina, ocitocina e serotonina trazem, além da confiança, mais empatia, paciência e criatividade. Qualidades essenciais para cargos de comando. Aqui o nível de estresse tende a diminuir também, proporcionando uma abordagem e trato da equipe mais equilibrados até nos dias mais difíceis e tarefas que exigem um jogo de cintura maior.


A nossa saúde sexual é uma parte de nossa saúde global, por isso devemos ficar atentas à nossa vivência da sexualidade de forma saudável e positiva para ela ter efeitos benéficos em outras áreas da vida, incluindo relacionamentos amorosos e trabalho.


Como anda a sua vida sexual, a sua confiança e produtividade no trabalho?


*Texto originalmente publicado para o site da Vogue Brasil.


تعليقات


bottom of page