Dia do Orgasmo: o seu prazer vem primeiro



Dia 31 de julho é conhecido também como o Dia do Orgasmo. E, pensando na data, o Happn, aplicativo de relacionamentos, realizou uma pesquisa com seus usuários brasileiros sobre o tema. Dentre os números levantados, 58% dos brasileiros ficam frustrados se o parceiro não atinge o orgasmo e 20% das pessoas se frustram quando elas mesmas não atingem o clímax. Além disso, 28% acham que o importante não é você atingir o orgasmo, mas fazer o parceiro(a) atingi-lo. Ou seja, o prazer do outro ainda é o objetivo para a maioria das pessoas, infelizmente.

Esse tema é bem recorrente nos meus cursos, palestras e também em sessões com clientes. “Lu, como tenho um desempenho melhor na cama? Como faço o outro gozar?”. São algumas das perguntas frequentes que recebo na minha rotina e elas refletem nesta pesquisa. O que sempre falo: foque em você e no seu prazer. Somente assim dará prazer ao outro.


Quando você conhece seu corpo, suas áreas erógenas (aquelas que dão arrepio), partes do corpo mais sensíveis, você se entrega mais ao ato. Para tudo na vida você precisa saber o que quer e no sexo não é diferente. Ao entender o que gosta, suas preferências na cama e o que não gosta, você traz uma intimidade maior ao momento com o parceiro porque ele perceberá que você também está curtindo a relação e isso excita qualquer um. Essa entrega, troca energética e cumplicidade facilitam o orgasmo de ambos.


Se você está preocupado somente com o êxtase do outro, você não está totalmente presente na relação porque falta a sua conexão sincera ali no momento. A sua energia sexual ativa é extremamente importante para o outro também ter o clímax. Lembre-se, sexo é uma simbiose de energia, sensações, sentimentos e desejos. Conectem-se.


Por que se esforçar somente para o outro ter orgasmo se vocês dois podem ter e de forma mais completa e intensa?


Por isso, a masturbação e o toque no próprio corpo são tão importantes. Eles facilitam que você se conheça para ter mais prazer e, assim, dar mais prazer ao outro. Faça um teste. Tenha uma relação sexual priorizando seu prazer e depois me conte...


Texto originalmente publicado para o site da Vogue Brasil.