O que é o alinhamento coital?


Essa posição sexual ganhou destaque na série Sex/Life e explico como aplicá-la no dia a dia.



Existem inúmeras posições para a prática sexual. O importante é não ter receio de experimentar até mesmo para você saber a que mais te agrada e ter essa escolha. Na série Sex/Life (Netflix), a protagonista conta detalhes da sua vida íntima com o ex-namorado e em uma das lembranças em seu diário, ela escreve sobre o alinhamento coital, ilustrado pela cena dos dois na cama.


Mas por que essa posição se mostrou tão intensa e inesquecível? Denominada pelo psicoterapeuta e pesquisador de sexo, Edward Eichel, o alinhamento coital é a versão 2.0 do tradicional papai-mamãe. Aqui, claro, o clitóris está envolvido. Vou explicar direitinho!


Em vez do homem ficar alinhado com a mulher, fazendo o movimento horizontal (como o clássico papai-mamãe), ele deve ficar com o tronco um pouco mais para cima, trabalhando em um movimento vertical, para cima e para baixo (como uma onda suave). A fricção também é importante, então a região pélvica dos dois devem permanecer bem grudadas. O clitóris agradece!


Em vez de focar em empurrões de entrada e saída, o alinhamento tem tudo a ver com movimento vertical e fricção. Isso muda o foco da penetração vaginal para a estimulação do clitóris. Um parceiro se move para cima enquanto o outro se move para baixo. Lembre-se que o sexo é interação, uma “dança” entre as pessoas envolvidas.


Diferentemente da posição papai-mamãe básica, que pode se tornar rápida e desenfreada, o alinhamento coital funciona melhor com um ritmo lento e controlado.

Esta posição é muito boa para quem tem uma certa resistência a ter orgasmos por penetração, pois aqui, além da mulher ser penetrada, ela terá seu clitóris também estimulado.

Vamos tentar? Depois me conte!


Texto originalmente publicado para o site da Vogue Brasil.