O jambu e o sexo


Sim, eles combinam! E essa planta, muito encontrada no Norte do país, ganha cada vez mais espaço na indústria sexual wellness.



Muito popular no Norte do país, o jambu sempre foi conhecido pelo universo da gastronomia tanto na composição de pratos quanto em cachaças. A dormência na mucosa da boca, causada pela planta, é famosa por dar aquele toque especial nos itens preparados com esse ingrediente.

E quem diria que esta sensação provocada seria uma grande aliada na hora do sexo. Isso mesmo! O que é a excitação? Nada mais do que a vascularização na região genital. Quanto maior a presença de sangue na vulva e clitóris, mais a mulher fica lubrificada e sensível para atingir o orgasmo. Sabendo disso, as marcas de produtos eróticos começaram a testar o componente da planta chamado espilantol. É ele quem dá aquela sensação de choquinhos e dormência na boca. E esses tremores estimulam também a vasodilatação na área.

Então surgiram os vibradores líquidos, fabricados em gel, e que obtém efeitos diferentes como pulsação ou choque. A função conhecida do jambu nos produtos ditos vibradores é de excitante feminino. E como usar esse tipo de produto? Geralmente é indicado de 1 a 2 gotas no clitóris e também passando na entrada do canal vaginal. Em segundos você já começa a sentir a área mais quente e com um certo formigamento. Mas é importante no primeiro teste usar uma quantidade bem pequena do produto (uma gota) porque, lembrando, cada pessoa tem um grau de sensibilidade.

Sugestão de vibrador em gel.

Além dos vibradores em gel, os lubrificantes entraram nessa onda e estão adicionando jambu na composição. São mais suaves do que os primeiros produtos, mas têm como função também "acordar" a área genital.

Sugestão de lubrificante com jambu.

Sem falar que algumas marcas de beleza também utilizam o jambu em seus produtos faciais, agindo como uma espécie de lifting.

Sugestão de creme facial com jambu.

Eu diria que o jambu é uma experiência, no mínimo, interessante e excitante...


Texto originalmente publicado para o site da Vogue Brasil.

Encontre a Lu também nas redes sociais

  • Facebook - Círculo Branco
  • Instagram - White Circle