Como manter a atenção total durante o sexo


Discipline a mente a viver a relação sexual de forma intensa e deixe os problemas e obrigações para um outro momento



Pensar na lista de compras, na reunião do dia seguinte, nas questões financeiras…quem nunca se distraiu enquanto transava? Opa, eu já e várias vezes. E na pandemia, os problemas e o estresse aumentaram e muitooo para a maioria das pessoas. O difícil é não levar isso para a cama.

Focar no momento do prazer é um exercício e funciona com a prática. Só temos que ter disciplina e depois "vai meio que sozinho, sabe". Uma vez que aprendemos conseguimos acionar nosso cérebro para pensar somente no nosso corpo e prazer durante ato sexual.

E como podemos fazer isso? Vamos para algumas dicas!

Olhe para dentro: Muitas práticas de atenção plena se concentram em ir para dentro. São um convite a realmente experimentar seu corpo, emoções, sensação e energia no momento. O que cada um deles tem em comum é que você está usando seu cérebro e sua energia para trazer mais prazer ao invés de deixá-lo vagar, sem acompanhamento. E como fazer isso?

-Escaneie o seu corpo: onde tem mais prazer? Onde tem mais abertura para sentir? Quando você foca em sentir o seu corpo, está presente no momento e sente melhor o toque do outro.

-Cheque a respiração: onde você a sente mais (barriga, peito, garganta, boca, nariz)? Leve a sua mão ou a do seu parceiro para esta parte.

-Sintonize seus sentidos: sinta o som, o cheiro, o tato no ato da relação.

Fica mais difícil de pensar em situações externas pois você está focado nas suas sensações.

Fale sacanagem: Aproveite que o seu cérebro está a mil e use essa energia para se concentrar em algo que você quer ou gosta. Seja compartilhando uma fantasia, descrevendo a experiência ou qualquer outra coisa que a excite.

Trabalhe com um terapeuta sexual: Principalmente se for um problema que está incomodando ou acontecendo muito. Ter um objetivo de apoio externo será muito significativo. Este momento terapêutico pode ajudá-la com abordagens personalizadas para o problema e a descobrir algumas histórias adicionais ou pressão que você pode estar exercendo sobre si mesma.

Use um diário de sexo: Este diário a convida a refletir sobre sua experiência com seu parceiro e observar o que surgiu para cada um de vocês. Use-o para aprofundar sua conexão, abrir novos caminhos para o prazer e como um iniciador de conversa para quaisquer momentos de distração que você teve.

Escapulir com os pensamentos algumas vezes, tudo bem… mas não torne a não-presença a regra de sua relação. Sentir-se e sentir o outro traz mais intimidade e satisfação sexual ao casal.


Texto originalmente publicado para o site da Vogue Brasil.