A vida sexual dos jovens retratada nas séries de TV


Gigantes como Netflix e HBO apostam na sexualidade dos jovens como tema em várias produções.



Parece que a fórmula “drogas, sexo e rock’n’roll" na juventude está dando certo para gigantes como Netflix e HBO. Lançamentos de séries e novas temporadas pipocam cada vez mais na tela dos telespectadores. A maioria mostra um lado nada romântico da sexualidade como situações de estupro, assédio, relacionamentos abusivos, sexo com drogas, ou seja, o tema violência sexual está na maioria delas em forma de alerta para os jovens fãs que acompanham as produções.

Elas estão cada vez mais educativas colocando em destaque os perigos das relações e não somente o mundo cor-de-rosa do amor eterno, amor. Confira aqui 5 séries para acompanhar!

Elite - Netflix

Um dos grandes diferenciais desta produção é que aborda a sexualidade em suas diversas formas. Existem algumas histórias românticas (com intensas cenas de sexo para acompanhá-las) e cada uma delas explora o amor de maneiras diferenciadas. Por exemplo, um casal gay que precisa esconder a relação devido ao pai de um deles ser muçulmano e não aceitar a união. Há também um relacionamento poliamoroso e por aí vai…marasmo sexual passa bem longe dessa série!

Skins - Netflix

Uma das primeiras séries a chocar o público com a quantidade de drogas e sexo, apesar da idade de seus personagens, Skins marcou uma geração. A série fala sobre descobertas sexuais, uso descontrolado de drogas, aceitação sexual, distúrbios alimentícios, aborto e suicídio. Os personagens são sarcásticos até seu último minuto e mostram que a amizade é o que ajuda ao jovem a superar seus piores momentos.

I May Destroy You - HBO Após uma noitada entre amigos com doses de tequila e drogas, Arabela acorda desnorteada no dia seguinte, sem lembrar muito bem do que aconteceu com ela na noite anterior. Algo a incomoda. Somente no final do episódios temos uma pista de que algo muito sério aconteceu: ela foi estuprada. É um trabalho intenso, forte e que os jovens devem assistir.

Amizade Dolorida - Netflix

De forma bem leve e divertida, a série traz para o telespectador a dinâmica de quem pratica o BDSM (Bondage, Disciplina, Dominação, Submissão, Sadismo e Masoquismo). A personagem central é uma jovem Dominatrix, que coloca o amigo gay para gerenciar sua carreira.

Euphoria - HBO

Com muita sinceridade, o programa relata uma versão da vida adolescente norte-americana sem escrúpulos. Sexo, drogas, questões de gênero, machismo, vício, pornografia e redes sociais são apenas alguns dos temas abordados pela série. Apesar de ter adolescentes como seus protagonistas, Euphoria passa longe de ser uma série água com açúcar para quem ainda está na escola.


*Texto originalmente publicado para o site da Vogue Brasil.

Encontre a Lu também nas redes sociais

  • Facebook - Círculo Branco
  • Instagram - White Circle